geral@belenensesrugby.com
shopping-bag 0
Items : 0
Subtotal : 0.00
View Cart Check Out

Belenenses

A Secção

A secção de Rugby do Belenenses surgiu no final do ano de 1928, nove anos após a fundação do Clube, e quando o Belenenses começava a crescer no número de atletas, modalidades e adeptos.

A primeira equipa de Rugby disputou a partida inaugural da modalidade no clube contra o Benfica, a 30 de Dezembro desse mesmo ano, jogo que venceu por 10-0. Desde então, várias gerações de jogadores de Rugby fizeram desta modalidade aquela que maior palmarés apresenta no Belenenses, de entre todas as modalidades colectivas, com 7 títulos nacionais seniores, 3 Taças de Portugal e 3 Supertaças.

 

Actualmente o Belenenses compete em todos os escalões oficiais reconhecidos pela FPR (Sub-8, Sub-10, Sub-12, Sub-14, Sub-16, Sub-18, Sub-20, Seniores e Veteranos), contando com um número superior a 350 atletas.

O presidente da secção é Miguel Freudenthal, tendo como vice-presidentes Diogo Barbosa, Rui Muralha, André da Cunha, Luis Worm, Nuno Carvalho e Nuno Melo. O Director das Escolas de Rugby (escalões inferiores a Sub-16) é André da Cunha.

O Belenenses

O Belenenses é muito mais do que um clube desportivo.

É uma das expressões máximas da identidade local e específica das gentes dos bairros históricos ocidentais de Lisboa, em particular dos bairros de Belém, Ajuda, Restelo e Alcântara.

Assim, e não obstante o seu carácter nacional (e até internacional, visto que tem milhares de adeptos espalhados pelos «quatro cantos do mundo»), o «Belém» é o resultado de um bairrismo na sua mais pura e positiva manifestação!

Fundado em 1919 contra a corrente da época, o Belenenses cedo se assumiu como um emblema maior do desporto lisboeta e nacional. O romantismo de que se reveste a «lenda» da sua fundação – que tem lugar num banco de jardim fronteiro à Estátua de Afonso de Albuquerque, situada junto ao Palácio de Belém – exprime também ele essa vontade de fazer, nunca correspondida em termos de meios, dos homens que ao longo dos anos engrandeceram o Belenenses.

Foi seu fundador o grande atleta e jogador de futebol Artur José Pereira, que acompanhado por um conjunto de homens valentes e corajosos ousou colocar em causa a dominação que já então se fazia sentir por parte de clubes como o Benfica e o Sporting. As gentes de Belém ganhavam um emblema e uma camisola sua, e a sede do extinto município ribeirinho voltava a chamar as atenções da cidade de Lisboa, ainda incrédula perante tamanho acto de «insubmissão».

Muitos afirmaram que o Belenenses jamais seria viável, e outros davam-lhe um punhado de anos de vida… A camisola azul, todavia, não temia nem as sentenças dos poderosos, nem os ataques das corporações desportivas da época. E o Belenenses foi-se enraizando e conquistando o carinho de muitos milhares de portugueses!

Foi através do futebol – a sua modalidade rainha e o grande motor do clube – que o emblema da Cruz de Cristo ganhou notoriedade, adeptos e associados por todo o país. No ano de 1926, apenas 7 anos após a sua fundação, o Belenenses conquista o Campeonato de Lisboa, prova mais importante naquela época…

Um ano mais tarde torna-se Campeão Nacional, perante o júbilo dos seus adeptos. No palmarés do futebol azul contam-se por exemplo:

  • 1 Campeonato Nacional da 1ª Divisão (1944/45)
  • 3 Taças de Portugal (1941/42, 1959/60 e 1988/89)
  • 3 Campeonatos de Portugal (1926/27, 1928/29 e 1932/33)
  • 6 Campeonatos de Lisboa
  • 6 Taças de Honra da A.F.L.
  • 1 Taça Intertoto (Vencedor da sua série em 1974/75)

Ao longo de mais de 8 décadas de vida, o Clube de Futebol «Os Belenenses» desenvolveu-se, cresceu, deu-se a conhecer e… triunfou em muitos campos!

Hoje o clube conta com cerca de 20.000 associados e qualquer coisa como 200.000 adeptos e simpatizantes, o que o torna um dos quatro maiores emblemas desportivos do país.

Do seu palmarés fazem parte vários títulos nacionais (de seniores e escalões de formação) em diversas modalidades, como o Futebol, o Rugby, o Andebol, o Basquetebol, o Hóquei-de-Campo, entre outras…

Apesar de mal tratado pelos poderes instituídos no país e na cidade de Lisboa, que o menosprezam relativamente a outros clubes alfacinhas, o Belenenses tem dado um contributo singular ao desporto português, e é hoje detentor do maior complexo desportivo de Portugal pertencente a um emblema, localizado no coração da cidade de Lisboa.

Palmarés da Secção de Rugby

Emblema histórico do Rugby português, o Belenenses é um dos clubes com maior palmarés na modalidade, não apenas na categoria de seniores mas também no que se refere aos escalões de formação.

Os títulos mais importantes conquistados pelos sucessivos XV da Cruz de Cristo são:

  • 7 Campeonatos Nacionais (seniores)
    • 1955/56
    • 1957/58
    • 1962/63
    • 1972/73
    • 1974/75
    • 2002/03
    • 2007/08
  • Taças de Portugal (seniores) – 3 taças em 9 presenças na final
    • 1959 – Vitória
    • 1964 – Vitória: Belenenses, 16 – Sporting, 0
    • 1971 – Derrota: Técnico, 12 – Belenenses, 6
    • 1978 – Derrota: Agronomia, 12 – Belenenses, 11
    • 1982 – Derrota: Direito, 16 – Belenenses, 13
    • 1989 – Derrota: CDUL, 13 – Belenenses, 12
    • 2001 – Vitória: Belenenses, 13 – Direito, 12
    • 2005 – Derrota: Direito, 19 – Belenenses, 12
    • 2009 – Derrota: Agronomia, 38 – Belenenses, 0
  • 3 Supertaças (seniores) – 3 presenças
    • 2001 – Belenenses 24 – Benfica 8
    • 2003 – Belenenses, 45 – CDUP, 12
    • 2005 – Belenenses, 18 – Direito, 16
  • 4 Campeonatos Nacionais de 7’s (1996, 2008, 2011, 2012)
  • 3 Taças de Honra
  • 8 Campeonatos de Lisboa
  • 1 Taça de Lisboa

Outros escalões:

  • 12 Campeonatos Nacionais de Juniores (1969, 1970, 1979, 1982, 1988, 1989, 1993, 1994, 1999, 2006, 2008, 2010)
  • 1 Campeonato Nacional de 7’s Juniores (2007)
  • 3 Taças Ibéricas de Juniores (1993, 1994, 1999)
  • 4 Supertaças de Juniores (1989, 1993, 1999, 2007)
  • 7 Campeonatos Nacionais de Juvenis (1991, 1994, 2004, 2005, 2007, 2008, 2014)
  • 1 Taça de Portugal de Juvenis (2014)
  • 2 Supertaças Sub-16/Juvenis (2005, 2006)
  • 4 Campeonatos Nacionais de Iniciados
X